• Vinil especial Duas de Cinco, do Criolo
  • Capa Em Favor do Réu, do Síntese e Projetonave
  • Eduardo
  • Emicida e Vanessa da Mata
  • Show da Cone Crew Diretoria
  • Música Vontade de Ficar, do Naan
  • Podcast Frequência Modulada com DJ Nyack, Aquiles Borges e Fabio Lafa
  • Gregory no clipe Abre O Olho

VMB 2011: Emicida e a Oração da Laboratório Fantasma

O VMB 2011 com certeza ficará marcado na história do RAP Brasileiro. Mas este post não é pra falar dos prêmios do Criolo (Revelação, Melhor Música e Melhor Disco), nem dos prêmios do Emicida (Melhor Clipe e Artista do Ano). Pelo menos, ainda não…

Quando Anderson Silva anunciou o “Artista do Ano”, o RAP veio a baixo: EMICIDA. Com os integrantes da Laboratório Fantasma, como DJ Nyack e Kuririn, o rapper recebeu o prêmio e agradeceu. Mas, vindo de alguém que “dominará a arte enquanto sua cabeça compor insanidades“, esse agradecimento não poderia ser “comum”. Ele mandou de cara a “Oração da Laboratório Fantasma“.

Em dimensões escaladas, Emicida foi mais uma vez um monstro no palco. Abaixo você confere a apresentação e a letra da oração:

Letra: (Qualquer correção, ajude-nos nos comentários!)

Somos a contra indicação do Carnaval
Quilombola do tambor digital
Fênix da cinza de quarta, total
O MST das rede social
Sabemos de onde vêm as crianças, não alarma
Assim como eles sabem de onde vêm as armas
Grana dos judeu, petróleo árabe, negócios
Mas sangue e suor são sempre nosso, tio
Vai ter 157, 5 lá
Enquanto a UNICEF vier depois das HK
Sem blefe ou teoria, sem teoria
CDF do que não presta, olha pra esse lugar
E os rapper hoje brinca de cafetão, brinca de cafetão
Estoura as espumante, comemora a própria extinção
Nóiz corre mais que Alain Prost
O prêmio não é depressão que põe pra baixo
Tipo a sombra do Ghost, a nova Tropicália
Velha ditadura, nossa represália
Fuga da vida dura, ação necessária
Por nossa bandeira, isso é a Reforma Agrária da Música Brasileira

#vaiRAP