• Marcelo D2 e Emicida no Sambabook do Zeca Pagadinho
  • Marcelo D2 nos clipes Feeling Good e Madame Bonfumé
  • CD 3 da Madruga, do ALMA
  • Dexter na campanha Pelo Fim da Revista Vexatória
  • Nocivo Shomon faz desenho para comprador de DVD
  • Racionais MCs
  • Yzalu
  • Rzilla, Faruck, Sain na série Dezesseis

“Contra nós ninguém será”: Edi Rock promete inovações em seu novo cd

Renovar-se para continuar em destaque, essa parece ser a estratégia adotada por Edi Rock para o seu novo cd, “Contra nós ninguém será“. Em entrevistas, o rapper revelou que contará com grandes participações, tanto do RAP Brasileiro quanto de outros gêneros, e prometeu inovações musicais que, segundo ele, não poderiam ser feitas no Racionais, pelo menos ainda não.

“That’s my way and here I go”. Se você continua cantando esses versos, você já faz ideia do tipo de inovação que estamos falando. Já na primeira música lançada do novo cd, “That’s my way”, com Seu JorgeEdi Rock mostrou que não estava de brincadeira. Com uma musicalidade diferente do que estávamos acostumados a ouvir, o rapper manteve a sua essência e fez um som que deve ser o carro-chefe da nova produção.

Nessa entrevista, concedida ao “Na mira do groove“, Edi Rock fala uma parada que é bem notável: a diferença entre produzir um som dele e com o Racionais. Há coisas que você simplesmente não pode fazer no Racionais e o público de RAP sabe disso. Claro que se forem feitas mudanças aos poucos, como o rapper menciona, talvez daqui a algum tempo as coisas mudem, mas por enquanto é melhor que o Racionais seja mais clássico do que moderno. Na mesma entrevista, Edi Rock ainda afirma que devem gravar cd do Mano Brown, do Blue e do KL Jay antes de fazerem o do Racionais, que deve ficar para o ano que vem.

Uma boa parte da nova musicalidade que o Edi Rock pensa em trazer pro cd parte das participações. Em entrevista para a nova edição da revista RAP Nacional, o rapper confirmou que não é somente de RAP que se faz o cd. Além do Seu Jorge, ele também contará com Alexandre, da banda “Natirutz”, e o Falcão, do grupo “O Rappa”. Do “mundo do RAP” estarão presentes: Dexter, A Família, Ndee Naldinho, Lakers, Calado, Helião, Quintento em Branco e Preto, Don Pixote, EmicidaFlora Matos, Rael da Rima e, é claro,  Mano Brown. É “O” time!

 Edi Rock é capa da revista RAP Nacional

Sempre vai ter aquela briga de “velha escola” x “nova escola”, mas o Edi Rock é um exemplo ótimo de como podemos resolver sem conflitos, sem briguinhas bestas. Ele é simplesmente uma lenda viva do RAP e prova que existe sim RAP além do Racionais ou do estilo que o Racionais impôs. Não há problema em querer ser diferente, em querer fazer algo diferente. Entretanto, a própria ressalva que ele faz também é importante de ser dita: “a gente precisa falar um pouco mais, mas também não é abrir as pernas, porque não é favorável”.

Ele também aponta Criolo e Emicida como exemplo de quem “estourou” e não está falando besteira por aí. Falou ser positivo ir ao programa do Jô ou ao Altas Horas, mas vê irreal uma participação do Racionais no Faustão, por exemplo. É o equilíbrio que deve ser encontrado. Utilizar os programas de TV como uma forma de levar a mensagem ao máximo de pessoas possíveis, mas não como um resultado, sem essa de “quero fazer RAP pra aparecer na TV”.

É muito louco ver um cara como o Edi Rock tão focado num trabalho e deixa a gente ainda mais ansioso pra ouvir o que ele tá preparando. Ele diz que o cd tá vindo pra durar uns 10 anos, o que você acha? Se depender do respeito dos fãs e do amor dele pelo RAP, tá fácil!