• Daniel Garnet e Jotace Rhazec na Liga Nocaute
  • Pearls Negras
  • Slim Rimografia no Projeto Studio62
  • Jay Z
  • Família de Rua na Estrada
  • Racionais no Carioca Club, em São Paulo
  • TerçaInsana, do Marcão Baixada
  • Mano Brown

Blog do Junkes

Lançamentos, resenhas de discos e eventos e opinião sobre todo e qualquer assunto que envolva o conhecimento que a cultura Hip Hop demanda.

André Ramiro rima sobre os prós e contras da fama em “Ilha da fantasia”

André Ramiro em Ilha da Fantasia

Nem tudo é felicidade no mundo das celebridades. Quando se pergunta aos rappers qual sua inspiração, a resposta mais comum é: a vida. Em “Ilha da fantasia“, André Ramiro rima de forma muito aberta exatamente sobre isso, sobre sua vida.

Mais especificamente, ele fala sobre sua trajetória até a fama e todos os podres que vivenciou como celebridade. Todos os podres mesmo, detalhadamente.

O mais da hora é que mesmo falando sobre essa “ilha da fantasia” e os problemas que lhe trouxe, a música não soa triste e melancólica. André Ramiro canta como se dissesse “tudo bem, a merda aconteceu, foi ruim, mas agora tá na hora de dar a volta por cima”.

Até por isso, a escolha da voz do refrão foi inteligente. Além da audível qualidade do Dr. Dfré, ele também tem uma voz mais empolgante, que encaixa muito bem com a proposta da música.

Já no ano passado, foi lançado pela Blade Rio, produtora carioca que também trabalha com os rappers Xará e Gutierrez, um teaser do que seria o clipe. Entretanto, algo parece ter acontecido, pois o lançamento efetivo do clipe foi feito separadamente, numa conta do próprio rapper no youtube e o nome dele não está mais entre os artistas da produtora no site.

Falando diretamente sobre o clipe, a única observação menos favorável seria dizer que esperávamos uma exploração um pouco maior das qualidades do André como ator, até porque ele foi um dos destaques dos dois “Tropa”.

Fora isso, ficou muito da hora. A ideia de trazer principalmente as imagens da sua comunidade, que é sua raiz, vale muito pra mostrar o recomeço. Além disso, assim como a música, o clipe é bastante descritivo e retrata em imagens várias passagens da letra.

E aí, notaram os monstrões do cenário musical carioca no clipe? Foda!