Na última segunda-feira (20), surgiu na Internet um vídeo que mostra o abandono da Casa do Hip Hop de Diadema, São Paulo, com mato alto e lixo que acumula e se espalha ao redor.

Fundada em 1999, a Casa pode ser considerada um dos pilares do Hip Hop Brasileiro, não só pelo número de eventos e conhecimento que ela acumula, mas também por ser a grande inspiração para a construção de outras Casas pelo Brasil.

Por isso, as imagens chocam; desperdiça-se um espaço que poderia ser usado de inúmeras formas para ajudar a nossa juventude tão carente de cultura e perde-se uma parte da história do Hip Hop no país.

Jakeline Brancajacks, usuária que publicou o vídeo, credita o abandono à atitude do prefeito de mandar embora King Nino Brown, que seria o responsável pela constante atividade do local.

ATUALIZAÇÃO: alguns integrantes da cultura prontamente responderam ao vídeo e à ideia do abandono da Casa com algumas ações que ainda acontecem por lá. Uma dessas pessoas, o DJ Dan Dan, em um comentário na página oficial do vídeo, esclareceu muito melhor a situação (Leia o comentário na íntegra abaixo do vídeo aqui na página).

Esclarecimento do DJ Dan Dan:

Obrigado Jaqueline por movimentar ao menos a reflexão das pessoas do Hip Hop e sacudir o poder público, porém existem articulações acontecendo no paralelo que deveriam ser pesquisadas antes de qualquer ato, a questão desse lixo acontece a anos e não exclusivo da casa, antes era jogado na esquina do lado, enfim a ação é continuar pressionando o poder público para colocar ao menos caçambas e fazer um trabalho de reciclagem no local, um trabalho de conscientização na comunidade, pois a questão não é só da casa é também de saúde pública (ação ja articuladas pela Alessandra durante quase um ano) porém nos como movimento de transformação devemos assumir essa ação em prol a comunidade em torno da casa, quanto ao mato crescente também é uma luta sendo que no ano passado foi cortado apenas 3 vezes e pelo que me consta esse mês irá acontecer esse ato, mas devemos exigir que isso seja mais constante. Quero ressaltar que isso não é uma exclusividade da casa do Hip Hop outros centros culturais da cidade se encontra na mesma situação ou pelo menos parecida e são espaços públicos importantes pra população e precisão de uma atenção real. Wesley vc tocou em um ponto importante que é a presença dos outros elementos na casa que vai além do som que vire e mexe queima por conta do mal uso e devemos assumir isso, enfim, existe sim um certo abandono do poder público quanto equipamento e estamos lutando por melhorias (a anos) agora existe o abandono por parte do Hip Hop, sabemos que a casa não supri as necessidades da nova juventude cibernética do Hip Hop, porém, todo ultimo sábado do mês existe é todos sabem disso o “Hip Hop em Ação” o momento do encontro dos elementos da nossa cultura porém como hoje não existe somente Casa do Hip Hop, existem outras casas, outros eventos, outras ações acontecendo inclusive influenciadas pela nossa casa, até com ações mais interessantes que no meu ver tudo isso é importante em prol a nossa cultura, no entanto muitos HipHoppers vamos dizer assim não comparecem no Hip Hop em Ação e esses mesmo dizem de abandono, ninguém tem essa obrigação lógico, mas muitos só comparecem quando existe um show de um artista de nome ou uma batalha com boa premiação, é importante dizer que a Casa do Hip Hop não é casa de shows é nosso templo de conhecimento, confraternização, e ação social, porém, a casa tem e sempre esteve de portas abertas para qualquer ação não banalizada, é simplesmente marcar a data e fazer o seu evento, enfim família no dia 25/01 tem HIP HOP EM AÇÃO esperamos a presença de vcs não só para manifestação artística mas também para manifestação como essas que multiplicam realmente nossa cultura, pois de reclamações o mundo está cheio, precisamos de reais militantes da nossa cultura, deixo aqui meu contato para possíveis dúvidas e questionamentos 11 97015-1418 Dj DanDan muito obrigado família pela luta, amo vcs!!!

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*